Domingo, 30 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Naviraí - Ao ser parado em blitz, advogado com veículo irregular foge e deixa carteira da OAB

No final da tarde de ontem (08), um advogado de 36 anos, que estava com a documentação de seu veículo irregular, empreendeu fuga, após ser parado em uma blitz de transito, no centro de Naviraí.


Segundo o boletim de ocorrência, por volta das 18h15m, uma equipe da Policia Militar realizava uma blitz de trânsito, na avenida Dourados esquina coma rua Yokossuka, onde foi abordado o veículo Toyota Corolla cor prata, o qual estava sendo conduzido pelo advogado.


Ao ser solicitado, as documentações do veículo para averiguação, o advogado teria dito aos policiais que não estava portando seu CNH (Carteira Nacional de Habilitação), alegando que teria saído às pressas e esquecera a mesma em sua residência na cidade de Dourados. Para os policiais o advogado apresentou sua identificação uma carteira da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e o documento CRLV do veículo.


Ao verificarem o documento do veículo, os militares constataram que o mesmo era do exercício 2013, e enquanto era feita uma checagem para averiguação junto aos sistemas de informações policiais, se o veículo estava com o licenciamento 2016 devidamente regular, bem como se o condutor era habilitado, o mesmo evadiu do local, tomando rumo ignorando.


A carteira da OAB e o documento do veículo ficaram de posse dos policiais, que diante da desobediência do advogado perante a autoridade policial de trânsito, em ter empreendido fuga com a intenção de evitar o recolhimento do seu veículo, registraram um boletim de ocorrência para serem tomadas as providências cabíveis ao caso, e aplicaram as autuações de trânsito pertinentes ao caso.


Minutos depois do ocorrido, outros dois advogados de Naviraí teriam ido até o local onde estava ocorrendo à blitz, e solicitados aos policiais militares informações quanto ao ocorrido com o colega deles, e sobre a liberação da Carteira da OAB.


Os policias informaram aos advogados que diante do ocorrido, a Carteira da OAB do advogado, seria entregue apenas para o Delegado de Polícia junto com o Boletim de Ocorrência que foi registrado como desobediência. 


 
Fonte: navirai em foco
Data Postagem: 10/12/2016
PUBLICIDADE