Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Operário faz 3 a 2 e se despede da Copa São Paulo com vitória


Saída honrosa. O Operário de Campo Grande se despediu da Copa São Paulo de Futebol Junior com vitória de 3 a 2 diante do Esporte Clube Pinheiro, do Maranhão, esta tarde, no Estádio Joaquinzão, em Taubaté. O atacante Kanu, duas vezes, e o lateral-direito Caio fizeram os gols do time campo-grandense.


Veja Mais
› Destaque na Copa, goleiro do Operário se espelha em jogador de seleção inglesa
› Operário encara o Corinthians hoje e precisa vencer para seguir na Copinha


Na partida desta tarde, o Pinheiro saiu na frente do placar logo aos dois minutos do primeiro tempo e o atacante Kanu empatou e logo virou para 2 a 1. Em seu primeiro gol, Kanu aproveitou uma confusão de bate e rebate na área para marcar com oportunismo, e no gol da virada ele aproveitou de cabeça uma cobrança de escanteio de Elohran.


No segundo tempo, o Pinheiro fez 2 a 2 e a partida já caminhava para o fim quando o lateral-direito Caio em um belo chute de fora da área fez 3 a 2, restando apenas 5 minutos para acabar o tempo regulamentar.




 

O Operário, todo de branco, jogou melhor e mereceu a vitória diante do time do Maranhão (Foto: Miguel Schincariol)O Operário, todo de branco, jogou melhor e mereceu a vitória diante do time do Maranhão (Foto: Miguel Schincariol)


Foi uma despedida honrosa, depois de dois tropeços de 1 a 0 para o time da casa, o Esporte Clube Taubaté, e de 4 a 0 para o Corinthians pelo Grupo 17 da competição paulista. Pelo regulamento, duas equipes de cada grupo passaram para a segunda fase, o Operário se despediu hoje com um gostinho de que poderia ir mais além.


“O que complicou foi aquela derrota para o Taubaté na estreia”, lamentou o treinador Paulo Rezende, considerando que já era previsível o tropeço diante do time corintiano. O Operário saiu da Copa São Paulo de 2017 em terceiro lugar no Grupo 17 com três pontos ganhos. Em três jogos, venceu um e perdeu dois, marcou três gols e sofreu sete.


Esta foi a quarta participação do time campo-grandense na principal competição de base do futebol brasileiro. Nas três vezes anteriores também não passou da primeira fase.


A primeira participação do Operário na Copinha foi em 1993. Perdeu de 4 a 1 para o Matsubara do Paraná e empatou com o Noroeste de Bauru (1 a 1) e Santos (1 a 1). Dois anos depois, em 1995, acabou eliminado sem conseguir somar nenhum ponto. Sofreu uma goleada histórica de 8 a 1 para o Matsubara do Paraná e perdeu também para a Ponte Preta (1 a 0) e para a Portuguesa de Desportos (1 a 0).


Na ediçao de 2010 terminou em 71º lugar com uma derrota de 6 a 0 para o São Paulo e dois empates por 2 a 2 com o Avaí de Santa Catarina e 1 a 1 diante do CSA de Alagoas.


 


 

 

Saída honrosa. O Operário de Campo Grande se despediu da Copa São Paulo de Futebol Junior com vitória de 3 a 2 diante do Esporte Clube Pinheiro, do Maranhão, esta tarde, no Estádio Joaquinzão, em Taubaté. O atacante Kanu, duas vezes, e o lateral-direito Caio fizeram os gols do time campo-grandense.


Veja Mais
› Destaque na Copa, goleiro do Operário se espelha em jogador de seleção inglesa
› Operário encara o Corinthians hoje e precisa vencer para seguir na Copinha


Na partida desta tarde, o Pinheiro saiu na frente do placar logo aos dois minutos do primeiro tempo e o atacante Kanu empatou e logo virou para 2 a 1. Em seu primeiro gol, Kanu aproveitou uma confusão de bate e rebate na área para marcar com oportunismo, e no gol da virada ele aproveitou de cabeça uma cobrança de escanteio de Elohran.


No segundo tempo, o Pinheiro fez 2 a 2 e a partida já caminhava para o fim quando o lateral-direito Caio em um belo chute de fora da área fez 3 a 2, restando apenas 5 minutos para acabar o tempo regulamentar.




 

O Operário, todo de branco, jogou melhor e mereceu a vitória diante do time do Maranhão (Foto: Miguel Schincariol)O Operário, todo de branco, jogou melhor e mereceu a vitória diante do time do Maranhão (Foto: Miguel Schincariol)


Foi uma despedida honrosa, depois de dois tropeços de 1 a 0 para o time da casa, o Esporte Clube Taubaté, e de 4 a 0 para o Corinthians pelo Grupo 17 da competição paulista. Pelo regulamento, duas equipes de cada grupo passaram para a segunda fase, o Operário se despediu hoje com um gostinho de que poderia ir mais além.


“O que complicou foi aquela derrota para o Taubaté na estreia”, lamentou o treinador Paulo Rezende, considerando que já era previsível o tropeço diante do time corintiano. O Operário saiu da Copa São Paulo de 2017 em terceiro lugar no Grupo 17 com três pontos ganhos. Em três jogos, venceu um e perdeu dois, marcou três gols e sofreu sete.


Esta foi a quarta participação do time campo-grandense na principal competição de base do futebol brasileiro. Nas três vezes anteriores também não passou da primeira fase.


A primeira participação do Operário na Copinha foi em 1993. Perdeu de 4 a 1 para o Matsubara do Paraná e empatou com o Noroeste de Bauru (1 a 1) e Santos (1 a 1). Dois anos depois, em 1995, acabou eliminado sem conseguir somar nenhum ponto. Sofreu uma goleada histórica de 8 a 1 para o Matsubara do Paraná e perdeu também para a Ponte Preta (1 a 0) e para a Portuguesa de Desportos (1 a 0).


Na ediçao de 2010 terminou em 71º lugar com uma derrota de 6 a 0 para o São Paulo e dois empates por 2 a 2 com o Avaí de Santa Catarina e 1 a 1 diante do CSA de Alagoas.


 


 

 

Fonte: campo grande news
Data Postagem: 09/01/2017
PUBLICIDADE