Domingo, 23 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Naviraí - Polícia Militar fecha 'boca de fumo' e prende homem em flagrante

O homem de 26 anos, soltou os cachorros da raça Pit Bull nos policiais.
Na tarde de ontem (09), policiais militares foram atacados por um cachorro da raça Pit Bull, ao tentarem adentrar em uma residência onde o morador do local, estaria comercializando drogas.

O fato aconteceu por volta das 17h, quando uma guarnição da PM que realizava patrulhamento pelo bairro Sol Nascente, se deparou com um indivíduo, em atitude suspeita saiu rapidamente de uma residência localizado na rua Meteoro. Os policiais militares realizaram a abordagem do suspeito, e um uma revista pessoal no mesmo, foi localizado uma porção de maconha e papeis de seda, usados para enrolar a droga para o consumo.

Ao ser questionado sobre a droga, o individuo identificado como Matheus, de 19 anos, informou que teria acabado de comprar de uma pessoa chamada Claudeir, morador na residência aonde ele teria acabado de sair. Os policiais pediram apoio à outra guarnição da PM, para então adentrarem na referida residência a procura do traficante que teria acabo vender a droga para o jovem.
Ao chegarem ao portão da residência que estava apenas encostado, os policiais primeiramente chamou por Claudeir, porem notara que no quintal tinha dois cachorros da raça Pit Bull, sendo que um estava amarrado e o outro solto.

Ao ver os policiais, Claudeir passou a gritar que eles não poderiam entrar no local, pois eles não teriam mandado. A mulher de Claudeir chegou a segurar o cachorro que estava solto, porem quando um dos policiais foi adentrar no quintal, ele voltou a soltar o animal que avançou contra o PM que tentou se proteger trás de uma moto, mas o cão continuava atacá-lo.
Neste momento, Claudeir correu e jogou uma sacola plástica por cima do muro, para dentro do quintal vizinho, fato este que foi presenciado pelos outros policiais.

Encurralado pelo Pit Bull, o policial teve que sacar de sua arma e atirar contra o animal, que a principio chegou a correr, porem investiu contra outro PM que adentrava no quintal. Para se defender o PM também atirou contra o cachorro que ao ser atingido, caiu ferido ao solo.

Os policiais conseguiram então deter Claudeir de Oliveira de Souza, de 26 anos, que estava muito agressivo, e de imediato entraram em contato com uma clinica veterinária onde um veterinário compareceu ao local e levou o cachorro para ser medicado, ficando sob os cuidados do mesmo.

Em uma revista na residência de Claudeir, que foi acompanhada pela mulher dele, os policiais encontraram uma balança de precisão, um caderno de anotações, uma caixa de papeis de seda, e certa quantidade em dinheiro. Dentro da sacola que Claudeir jogou no quintal vizinho, foram encontradas aproximadamente 365 gramas de maconha.



Claudeir recebeu voz de prisão e foi encaminhado juntamente com os matérias apreendidos em sua residência e o jovem para quem ele teria vendido a droga, para o 1ª DP (Delegacia de Polícia Civil). Na delegacia Claudeir foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. O jovem de 19 anos, após prestar depoimento foi liberado e irá responder por portar drogas para consumo pessoa


Na tarde de ontem (09), policiais militares foram atacados por um cachorro da raça Pit Bull, ao tentarem adentrar em uma residência onde o morador do local, estaria comercializando drogas.

O fato aconteceu por volta das 17h, quando uma guarnição da PM que realizava patrulhamento pelo bairro Sol Nascente, se deparou com um indivíduo, em atitude suspeita saiu rapidamente de uma residência localizado na rua Meteoro. Os policiais militares realizaram a abordagem do suspeito, e um uma revista pessoal no mesmo, foi localizado uma porção de maconha e papeis de seda, usados para enrolar a droga para o consumo.

Ao ser questionado sobre a droga, o individuo identificado como Matheus, de 19 anos, informou que teria acabado de comprar de uma pessoa chamada Claudeir, morador na residência aonde ele teria acabado de sair. Os policiais pediram apoio à outra guarnição da PM, para então adentrarem na referida residência a procura do traficante que teria acabo vender a droga para o jovem.
Ao chegarem ao portão da residência que estava apenas encostado, os policiais primeiramente chamou por Claudeir, porem notara que no quintal tinha dois cachorros da raça Pit Bull, sendo que um estava amarrado e o outro solto.

Ao ver os policiais, Claudeir passou a gritar que eles não poderiam entrar no local, pois eles não teriam mandado. A mulher de Claudeir chegou a segurar o cachorro que estava solto, porem quando um dos policiais foi adentrar no quintal, ele voltou a soltar o animal que avançou contra o PM que tentou se proteger trás de uma moto, mas o cão continuava atacá-lo.
Neste momento, Claudeir correu e jogou uma sacola plástica por cima do muro, para dentro do quintal vizinho, fato este que foi presenciado pelos outros policiais.

Encurralado pelo Pit Bull, o policial teve que sacar de sua arma e atirar contra o animal, que a principio chegou a correr, porem investiu contra outro PM que adentrava no quintal. Para se defender o PM também atirou contra o cachorro que ao ser atingido, caiu ferido ao solo.

Os policiais conseguiram então deter Claudeir de Oliveira de Souza, de 26 anos, que estava muito agressivo, e de imediato entraram em contato com uma clinica veterinária onde um veterinário compareceu ao local e levou o cachorro para ser medicado, ficando sob os cuidados do mesmo.

Em uma revista na residência de Claudeir, que foi acompanhada pela mulher dele, os policiais encontraram uma balança de precisão, um caderno de anotações, uma caixa de papeis de seda, e certa quantidade em dinheiro. Dentro da sacola que Claudeir jogou no quintal vizinho, foram encontradas aproximadamente 365 gramas de maconha.



Claudeir recebeu voz de prisão e foi encaminhado juntamente com os matérias apreendidos em sua residência e o jovem para quem ele teria vendido a droga, para o 1ª DP (Delegacia de Polícia Civil). Na delegacia Claudeir foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. O jovem de 19 anos, após prestar depoimento foi liberado e irá responder por portar drogas para consumo pessoa

Fonte: tanamidia navirai
Data Postagem: 11/02/2017
PUBLICIDADE