Domingo, 23 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Prefeito e vereadores tentam estreitar relações

NAVIRAÍ

Na manhã desta quarta-feira, os trze vereadores da Câmara Municipal de Naviraí  tiveram uma reunião, que já estava sendo aguardada desde a semana passada, com o prefeito José Izauri de Macedo (DEM). Com a presença de 12 dos 13 membros da casa, fizeram uma discussão objetivando aproximar ainda mais os poderes, com menos burocracia e maior rapidez nas respostas das demandas apresentadas pelos integrantes do Legislativo.


Na sala de reuniões da Cãmara Municipal, acompanhado dos gerentes de Finanças - Clodomiro Nicacio, de Obras - Ana Paula Rocha e de Planejamento - Eduardo Mendes, o prefeito ouviu reclamações, pedidos e sugestões para facilitar o trabalho. “De cada dez solicitações da população, no mínimo oito passam pela Câmara”, disseram os vereadores, mostrando a necessidade dos gerentes serem mais ágeis nas respostas e solução de demandas reivindicadas pela comunidade, através do parlamento municipal.


O prefeito falou da intensão de caminhar ao lado da Câmara e aprimorar cada vez mais os serviços de forma a atender os pedidos. Uma das maiores reclamações recebidas atualmente, além da saúde, é do setor da construção civil.


Um dos defensores da área da construção civil, o vereador Eurides Rodrigues (Bugão - PSOL), pediu mais agilidade na liberação dos alvarás de construção. “Tem obras que tiveram inicio em Janeiro e ainda não tem alvará”, falou.


Na defesa do Poder Executivo, a gerente Ana Paula Rocha, disse que quem tiver com alvará em atraso, por mais de uma semana, deve procurar a Gerência de Obras para tirar dúvidas. Ela garantiu que já fez reunião com integrantes da Associação de Engenheiros e Arquitetos, para disciplinar e orientar sobre os projetos que terão que obedecer a novas normativas, sem o qual não é possível autorizar as construções.


Em resposta a essa solicitação o prefeito Izauri assegurou que determinará a equipe, maior agilidade, desburocratizando o setor, sem no entanto, deixar de tomar os procedimentos dentro da legalidade.

Fonte: portal do ms
Data Postagem: 08/03/2017
PUBLICIDADE