Quarta-Feira, 26 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

NAVIRAÍ - TV Morena entrevista os Pais do jovem Everton que morreu atropelado por um policial federal

(Foto divulgação)

A TV Morena, afiliada Rede Globo, enviou uma equipe da emissora na tarde de sexta-feira (17) para entrevistar os Pais do jovem Everton da Silva Pessoa, 17, que morreu atropelado por um policial federal que não teve o nome divulgado. A reportagem deve passar hoje no programa local da emissora.


O policial federal que não teve o nome divulgado, que atropelou três adolescentes e matou Everton da Silva Pessoa, 17, prestou depoimento na manhã de quinta-feira (16) e foi liberado. O caso aconteceu em Naviraí, no dia 13 de março.


Conforme o delegado que investiga o caso, Eduardo Lucena, o policial afirmou que no dia do acidente, a rua estava muito escura e que não sabia que tinha atropelado alguém. "Ele disse que não viu ninguém e só sentiu o impacto da batida. Afirmou ainda que achou que tivesse atropelado algum animal ou objeto", alega.


Lucena informa ainda que o policial não prestou socorro, porque viu uma aglomeração de pessoas. "Ele viu muita gente no local e ficou com medo do que pudesse ter acontecido e na dúvida não socorreu os feridos".


O policial negou estar embriagado e conforme o delegado, ele tem CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Após o atropelamento, ele foi para a casa onde estava hospedado e alegou que o carro da Polícia Federal estava com problemas e arrumaria antes de entregar. O homem vai responder o caso em liberdade.


Há imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos no local do atropelamento que vão ajudar nas investigações, que devem ser concluídas em 30 dias. Ainda falta o laudo da perícia, segundo o delegado.


 

 

Fonte: portal veja ms
Data Postagem: 18/03/2017
PUBLICIDADE